Abertura de reservatórios para a captação de água da chuva

20 February 2017

“O acesso à água potável e segura é um direito humano essencial, fundamental e universal, porque determina a sobrevivência das pessoas e, portanto, é condição para o exercício dos outros direitos humanos. Privar os pobres do acesso à água significa negar-lhes o direito à vida radicado na sua dignidade inalienável”.(Papa Francisco, Encíclica “Laudato Si” - sobre o cuidado da casa comum (30).)

Sabemos da importância da água para a sobrevivência de animais e vegetais no planeta. É um bem precioso e só nos damos conta da sua importância quando ela nos falta.

A direção do IEBVM pensando na manutenção da vida sustentável do nosso planeta e oportunizando uma educação mais significativa às pessoas que aqui frequentam, construiu no período de férias, reservatórios para a captação de água da chuva.

É uma iniciativa que sensibiliza toda a comunidade escolar, para o bom uso dos recursos naturais e incentiva os educandos, professores e funcionários a buscarem novas posturas sustentáveis.

Desse modo, o aproveitamento de água da chuva no Beá é utilizada para a limpeza dos espaços, tais como: pátios, banheiros, quadras esportivas e também para regar os jardins.

Há quatro reservatórios:

  1. Reservatório “Gruta Nossa Senhora de Lourdes” - capacidade de armazenamento: 12 mil litros de água da chuva.
  2. Reservatório “Parque novo - antiga fazendinha” - capacidade de armazenamento: 32 mil litros de água da chuva.
  3. Reservatório “Beá Infantil” - localizado na Avenida Morumbi, 8548 - capacidade de armazenamento: 30 mil litros de água da chuva.
  4. Reservatório de água da Sabesp “Parque novo” - capacidade de armazenamento de 20 mil litros e abastece o prédio da Rua das Margaridas.

Esperamos que essas iniciativas contribuam para o melhor “cuidado da casa comum” como solicita o Papa Francisco.

A seguir, postamos algumas fotos dos reservatórios.

Lido 1938 vezes Última modificação em Monday, 27 March 2017 19:54
Entre para postar comentários